O que é e como implementar arquitetura bioclimática?

arquitetura bioclimática

Há algum tempo, a sustentabilidade chegou nos projetos arquitetônicos e também na engenharia, com alguns conceitos como a arquitetura bioclimática.

Cada dia, novas soluções surgem criando o conceito de casa verde, sustentável e ecológica.

Proprietários, arquitetos e engenheiros se empenham em desenvolver projetos que gerem economia financeira, mas, que promovam também um uso mais inteligente dos recursos naturais.

Com esse propósito, surgiu a arquitetura bioclimática que é amplamente usada, quer seja em uma reforma, ou em novos projetos a serem construídos.

Acompanhe nosso post e saiba como implementar a arquitetura bioclimática para garantir a satisfação do seu cliente, criando um projeto inovador e sustentável. 

O que é arquitetura bioclimática? 

A preocupação com a preservação do meio ambiente já é pauta há décadas. 

Em 1960, os irmãos Victor e Aladar Olgyay foram os pioneiros sobre as discussões nessa área e deixaram seus registros nos livros Design with Climate e Architecture and Climate, onde se passou a usar o termo bioclimatismo. 

Os estudos dos irmãos Olgyay tinham como objetivo mostrar maneiras de criar projetos que harmonizassem e se adequassem à natureza, permitindo que a edificação seja integrada ao clima de onde ela está instalada.

Dessa forma, surgiu a arquitetura bioclimática que tem como objetivo garantir o conforto térmico e lumínico de uma construção utilizando-se dos recursos naturais a sua volta. 

Práticas de arquitetura bioclimática

A arquitetura bioclimática surgiu para harmonizar todo o ambiente construído e usar de forma inteligente os recursos naturais ao seu redor. 

Em seu projeto é utilizado luz solar, vento, vegetação e tudo que for possível para gerar conforto, otimizar a eficiência energética da obra e diminuir os impactos ambientais.

Para implementá-la no seu projeto, é preciso estar atento aos seguintes pontos:

Uso consciente de materiais e reutilização

Todo projeto de obra sustentável utiliza alternativas para evitar o desperdício de forma geral.

É preciso preocupar-se também com a geração do lixo e seu descarte correto. 

Os materiais para a obra não devem agredir o meio ambiente. O projeto pode ainda promove a utilização de fontes renováveis para energia e para diminuir o consumo da água. 

Além disso, a reutilização de materiais é uma boa pedida.

Ventilação natural

Uma das definições da arquitetura bioclimática é que ela dispensa o uso de recursos artificiais para promover o conforto climático.

Isso quer dizer que o projeto será executado para usar ao máximo a ventilação do local e será projetado de tal forma que o interior não sofra as consequências do calor e do frio externo. 

Maior uso da luz solar

Outro pilar da arquitetura bioclimática é projetar a obra para que utilize ao máximo da luz solar para gerar luminosidade interna.

Essa alternativa é importante para ajudar na economia de energia elétrica. 

A instalação de claraboias e janelas em lugares estratégicos para aproveitar a luz solar durante todo o dia é um jeito de atingir esse objetivo.

Uso de painéis solares 

O uso da energia solar no Brasil deve crescer em torno de 44% em 2019.

Esse crescimento se dá, principalmente, pela economia que as placas solares promovem ao gerar energia. 

Geralmente, elas são projetadas para serem instaladas nos telhados das obras, podendo também ficar no terreno e chegam a gerar uma economia de até 90% na conta mensal de energia elétrica. 

Apresentar um projeto com uma solução energética renovável, garantindo a estética da obra, é tarefa fundamental para arquitetos e engenheiros que trabalham com arquitetura bioclimática. 

Aproveitamento da água da chuva

Outra opção é projetar a obra para reaproveitar a água da chuva. 

Geralmente, são instaladas cisternas, que dão um visual moderno, para captarem a água da chuva para que ela seja reutilizada de várias formas, como lavação de carros e calçadas, irrigação, lavação de roupas, etc. 

Projetar uma obra para reutilizar a chuva é também um jeito de apresentar ao cliente uma opção sustentável para diminuir o consumo da água potável, tão escassa no mundo, de forma simples e barata. 

Como você pôde observar são várias as formas de usar alternativas inteligentes para o aproveitamento dos recursos naturais na arquitetura bioclimática. 

Se você é arquiteto ou engenheiro e quer captar mais clientes para soluções de energia solar, acesse o site do Investimento Solar, cadastre-se e torne-se um parceiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *